Quadril largo: tudo o que você precisa saber sobre o assunto

Fala, gente chic!

Sempre recebo comentários no blog e directs no Instagram de seguidoras querendo dicas para quem tem quadril largo. O que usar, qual peça evitar e o que faço para disfarçar o volume do quadril.

Separei cinco dicas essenciais para toda mulher com esse tipo de corpo adotar. Confira!

1 – O poder da terceira peça

Seja blazer, casaco, jaqueta ou colete, a terceira peça é fundamental para quem tem quadril largo, porém é preciso cuidado na hora de escolher o comprimento da peça. As mais curtas vão evidenciar o quadril e as com comprimento no quadril ou abaixo dele, alongam a silhueta. Os tons neutros e escuros favorecem, mas não se prive a isso!

2 – Ponto de destaque

Para as mulheres com quadril avantajado, a dica é equilibrar o visual. Se você é “maior” embaixo, chame a atenção para a parte superior do corpo com blusas estampadas, babados, aplicações e cores claras.

3 – Uso das peças

Para as mais altas, o ideal é usar a blusa ou camisa por fora cobrindo a parte mais larga do quadril (evite usar algo maior que o seu tamanho para não aumentar ainda mais o quadril). As mais baixas devem usar por dentro na parte central e soltinha nas laterais.

A regra para o uso das peças na parte superior é simples. Se a sua saia for mais ajustada ao corpo, deixe a blusa soltinha. Se for evasê ou godê, prefira camisas justas (ajustadas e não “coladas”).

4 – Tons escuros

Não é novidade para ninguém que o bom e velho pretinho básico emagrece. Saias em tons escuros disfarçam visualmente o tamanho do seu quadril. Nos pés, aposte no scarpin nude para alongar a silhueta.

5 – Marque a cintura

A cintura costuma ser a parte mais “magra” do corpo da mulher. Por isso, é importante valorizar a região com o uso de cintos (prefira os mais finos) e peças com estilo ladylike (justas na cintura e soltinhas no quadril).

É importante finalizar o post lembrando que eu tenho o quadril largo e sou feliz assim. Não me privo de usar o que quero, mas sempre com modéstia e bom senso. Se você não tem as medidas que deseja atualmente, não fique encanada por isso! Os diferentes tipos de corpos e belezas devem ser valorizados e aceitados com mais naturalidade.

O mercado da moda evangélica não é só para mulheres que vestem 38, mas para as com quadril menor, seios fartos, pequenas, altas… enfim, de estilos e personalidades distintas. Seja feliz da maneira que você é HOJE!

Até o próximo post!

 

Gostou? Compartilha com as amigas!
por //

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *