Moda e informação: você sabe qual é a história das saias?

Vista pela primeira vez em 1947, a saia midi é uma criação do estilista francês Christian Dior e continua um item essencial para o guarda-roupa feminino, principalmente entre as mulheres cristãs.

Muitas vezes confundida e associada ao estilo lady like (aquele com a saia bem rodada e acinturada), a peça conta com um comprimento bem específico: até a metade da panturrilha. Este caimento a torna o item ideal para aquela mulher que procura versatilidade, indo do look formal ao casual com poucas mudanças.

Para as ocasiões mais sérias, como reuniões de trabalho e cultos, a midi pode ser combinada com sapatos de salto em tons sóbrios, dando destaque aos tons nudes, que alongam a silhueta. Opte por algo discreto na parte de cima do look, abusando de camisas leves e soltas e malhas mais ajustadas ao corpo. Nos acessórios, siga a sua vontade pessoal!

Em dias mais relaxados, aproveite para brincar mais e deixar o seu estilo aflorar. Utilize as saias com estampas gráficas, florais e listras combinadas com sandálias abertas de tiras, rasteirinhas com pedrarias e até tênis esportivos para quebrar a seriedade que o item pode trazer à produção.

Veja a seleção especial que separei e inspire-se:

Conjunto Sara

1) Neste look, a midi aparece em sua versão romântica. A combinação da peça com uma estampa floral discreta com camiseta rosada em tons similares alonga a silhueta e tira o foco do quadril. O sapato nude ajuda a ganhar aqueles centímetros extras de perna.

Conjunto Malu

2) O poá e a camisa branca são clássicos e juntos são o combo perfeito para uma roupa de trabalho elegante. Atenção para o pés: o scarpin vermelho irá dar um toque cool à produção e o preto deixará o visual sofisticado.

Conjunto Cloe

3) Tem uma reunião de trabalho e depois uma aula de estudos bíblicos? Aposte nesta combinação de estampa geométrica e camiseta lisa e vá despreocupada. Nos pés, um sapato aberto com tiras delicadas de deixará mais longilínea.

Saia godê:

Popularizada pelo ‘New Look’, icônica produção desfilada por Christian Dior nos anos 1950, a saia godê evoca o romance e a força feminina, mesclando seu volume com a precisão de sua cintura bem marcada.

A peça é conhecida pelo seu volume rodado e geralmente conta com o comprimento um pouco acima do joelho, perfeito para compor o popular visual ladylike, ótimo para os dias atuais.

O volume da saia pode ser combinado com scarpins, porém a maneira mais atual de vestir a tendência é com o salto em vírgula bem baixinho – de preferência com a parte de trás aberta. Atenção nos calçados mais altos, como botinhas, que podem achatar o corpo quando usados ao lado da peça. Peças abertas, feito as sandálias de tiras e rasteirinhas, passam longe deste ícone romântico.

Para acertar na primeira tentativa, use a saia em looks monocromáticos, ou em tons próximos. Aquelas que são mais fashionistas podem brincar com os volumes, priorizando a cintura. Se você quer valorizar o volume da peça, coloque-a com camisetinha branca bem singela e a escolha em uma cor mais vibrante para dar vida extra ao look!

Abaixo, mostro como aderir ao visual:

 


 


Conjunto Alice

1) Quem disse que cores complementares não combinam? O marrom e o azul marinho são a dupla infalível para o escritório. O charme fica por conta da saia godê que deixa o visual mais feminino.

Conjunto Livia

2) Para um domingo despojado, aposte numa godê turquesa e saia do comum ao combiná-la com uma blusa estampada em um tom contrastante. Escolha acessórios em tons neutros para não carregar o visual. Aliás, notou como o volume da modelagem ajuda a disfarçar o quadril?

Conjunto Jamile

3) Quem disse que cinza é chato? Crie um look clássico ao vesti-lo junto de uma camiseta branca com recortes. Aposte em sapatos coloridos para injetar humor ao visual – como mostra a nossa modelo

Saia lápis:

Já a saia lápis é a peça certeira para a mulher multifuncional. Com a modelagem mais próxima ao corpo e comprimento no joelho (ou um pouco abaixo dele), ela ressalta a sensualidade sem deixar vulgar.

No escritório, em uma reunião, de dia e de noite, essa peça arrasa sempre, porém é importante ter algumas questões em mente na hora de vesti-la para não pesar no visual e deixar a produção vulgar.

Sua modelagem justa realça os culotes e mantém ‘tudo em cima’, mas, para conseguir o efeito positivo, vista sempre o número apropriado para a sua silhueta.

Veja como usar a sua peça:

Conjunto Luiza

1) Esta é uma das peças tem-que-ter no guarda-roupa. Versátil, a saia lápis envernizada garante sofisticação digna de uma mulher de negócios. Modernize o look combinando-a com uma blusa peplum colorida.

Conjunto Isabela

2) Moderna: esta é a definição da saia Isabela, que conta com amarrações frontais lindíssimas. Note como os recortes laterais moldam o quadril e o deixam firme, sem ficar vulgar.

Conjunto Any

3) Para o dia a dia, descomplique e vista essa combinação de camisa e saia lápis em tons semelhantes. Nos pés, bote um nude e estará pronta para enfrentar qualquer situação no trabalho. Notou como o conjunto alongou a silhueta?

Agora que você já sabe tudo sobre a história das saias, use e arrase!

Beijos

Renata Castanheira

Gostou? Compartilha com as amigas!
por //

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *