kimonoApesar do quimono ser um traje típico da cultura japonesa, ele adentrou o mundo da moda ocidental ainda no começo do século XX pelas mãos do estilista Paul Poiret. Foi ele o responsável por fazer uma releitura da peça, adaptando-a a realidade do mundo ocidental. Ele, porém, não foi o único, vários estilistas ocidentais como Saint Laurent, John Galliano, Pierre Cardin, e também japoneses como Issey Miyake, Kenzo e Rei Kawakubo, fizeram suas releituras.

Assim, o que até então era um traje exclusivamente oriental passou a fazer parte do nosso armário, ainda que o quimono que usamos hoje em dia seja apenas uma versão descolada do original japonês.

Quimono moderno X quimono tradicional

O quimono, assim como quase tudo que envolve a cultura japonesa, é cheio de poesia e significados. Além disso, na cultural oriental, existem sete tipos de quimonos tradicionais que são usados por mulheres, e eles variam de acordo com idade, estado civil e ocasião.

Já o quimono moderninho é bem diferente. A única função das peças ocidentais é ornamental, ou seja, pra deixar a gente bonita e na moda. Esse novo quimono, inclusive, pode aparecer em vários formatos, indo de jaquetas, como o “quimono jacket”, até casacos mais leves e vestidos e macacões que prendem na frente.

O quimono ‘moderno’ pode ser usado como peça substituta ao blazer, jaqueta ou cardigã, e o que deixa o look interessante é justamente a variedade de opções em relação aos tecidos, texturas, estampas e cores.

kimono

Como usar o quimono valorizando os diferentes tipos de corpo

Corpo ampulheta e corpo retângulo
O corpo ampulheta é aquele com busto e quadril de mesmas proporções e uma cintura fina. Já o corpo retângulo também possui ombros e quadris de mesmas proporções, mas diferente do ampulheta, a cintura não é bem marcada.

Para esses dois biótipos, aconselho o uso do quimono junto com um cinto, já que o acessório ajuda a dar forma ao corpo e deixa o visual mais harmônico.

Corpo triângulo
Para as mulheres que possuem os ombros e bustos pequenos e um quadril largo, fica ótimo usar o quimono abusando de estampas, cores, padronagens e brilho. E o legal é combiná-lo com uma peça da parte de baixo mais escura e de corte reto.

Corpo triângulo invertido e oval
Já para quem possui o corpo triângulo invertido, com ombros e bustos mais salientes e quadris e pernas mais finas, ou ainda quem possui o corpo oval, com uma silhueta mais cheia em cima e embaixo e de poucas curvas, a grande dica é usar quimonos mais escuros que a peça usada na parte de baixo do corpo.

Gostou? Compartilha com as amigas!
por //

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *