dermatite atópicaA dermatite atópica é uma doença de pele muito comum nas estações mais frias – época em que a hidratação do corpo fica mais debilitada. Mas você sabia que o problema também se pode agravar durante o verão? Para entender como cuidar da dermatite atópica nos dias quentes, separei algumas informações abaixo.

A dermatite atópica se torna mais comum durante o verão?

A dermatite atópica é uma doença de base genética com alguns fatores ambientais agravantes, mas o principal gatilho para o problema é o ressecamento da pele. No verão, a dermatite se torna menos comum: Como suamos mais por conta do calor, eliminamos uma quantidade maior de lipídios e, com isso, formamos um “filme protetor” que diminui a chance de perder a água pela pele.

Mas isso não significa que a doença se ausenta nessa estação. Com o aumento da exposição solar e do contato com cloro das piscinas e da água do mar, a pele acaba ficando mais ressecada no verão, o que pode desencadear a dermatite atópica.

Quais são os sintomas da dermatite atópica durante o verão?

– Ressecamento da pele;
– Descamação;
– Vermelhidão;
– Coceira.

Como cuidar da pele com dermatite atópica no verão?

Uma das grandes indicações de tratamento da dermatite é a hidratação. Portanto, logo após o banho aplique um bom hidratante, principalmente nos braços e pernas. Além disso, os banhos de mar estão liberados.

A água salgada é rica em minerais como sódio, cloreto, sulfato e magnésio que ajudam a reter a água na pele e diminuir as reações inflamatórias desencadeados pela dermatite atópica.

Caso se faça necessário e a critério do médico que acompanha o caso, podem ser indicados os seguintes medicamentos: corticóides de uso tópico, imunossupressores e anti-histamínicos. Antibióticos só devem ser utilizados quando houver infecção bacteriana.

Gostou? Compartilha com as amigas!
por //

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *