Mascne: máscara de proteção pode causar espinhas?
Será que a máscara pode nos causar espinhas?

A máscara de proteção facial se tornou um item indispensável no dia a dia de todas as pessoas. O problema é que muita gente vem notando o aumento da oleosidade e da formação de espinhas no rosto após a sua utilização, causando o “mascne”, termo usado para definir a acne provocada por ela.

É possível que esse acessório esteja causando todos esses problemas na pele? Vou esclarecer algumas dúvidas e dar dicas para dar “adeus” as temidas espinhas!

“Mascne”: a máscara de proteção pode causar espinhas?

A máscara pode, sim, ser o motivo da formação de espinhas no rosto. Na verdade isso acontece porque ela causa um abafamento, diminuindo a circulação de ar e do contato da pele com o ambiente, fazendo uma espécie de obstrução. Esse problema acaba afetando mais ainda as pessoas que possuem uma tendência à acne.

É possível evitar a formação dessas lesões?

Existe uma maneira de prevenir esse problema, que é evitar ao máximo de usar muitos produtos na pele. Para quem gosta de maquiagem, é importante evitar aplicar quando for utilizar a máscara. Procurar passar apenas os produtos de tratamento, como sérum antioleosidade e um protetor solar com textura leve e oil free para prevenir essa obstrução.

Além disso, também é fundamental não abandonar o tratamento da acne, e para as pessoas que ainda não seguem uma rotina adequada, procurar um dermatologista para auxiliar na recomendação do uso de produtos e ácidos.

Mascne: máscara de proteção pode causar espinhas?

Saiba como tratar as espinhas que já se formaram sem evitar o uso da máscara

Para as espinhas que já se formaram ou agravaram com o uso da máscara, é importante pedir orientação de um dermatologista e receber o tratamento correto para o caso. Existem algumas substâncias que podem ser usadas para diminuir as lesões:

– Ácido glicólico;
– Ácido retinóico;
– Peroxido de benzoila.

É importante fazer uso desses ativos somente à noite para evitar a fotossensibilidade e possíveis irritações.

Outro cuidado que também não pode faltar com a pele, principalmente quando for usar a máscara, é a hidratação.

Não necessariamente uma pele acneica é uma pele hidratada. Ela pode ter um excesso de produção sebácea, mas também pode ocorrer uma alteração de barreira, favorecendo a perda de água transepidérmica. Sendo assim, lembre-se de usar um cuidado hidratante na rotina de skincare durante a quarentena.

Até o próximo post,

Renata Castanheira.

Gostou? Compartilha com as amigas!
por //

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *