Quarentena, doenças de pele e a falta de sol

Se você sofre com os sintomas da dermatite atópica ou da psoríase, certamente já deve ter ouvido falar que é preciso evitar ao máximo a exposição solar. Mas será que é realmente necessário fugir completamente do sol quando se tem doenças de pele?

Conhecido como o “vilão” das doenças de pele, é comum que os seus benefícios passem despercebidos. Na verdade, expor-se ao sol diariamente e com moderação, pode ajudar a regular o sistema imunológico e dificultar a formação da dermatite atópica e da psoríase. Para saber mais sobre o assunto, leia o post e informe-se!

As crises de dermatite atópica e psoríase podem melhorar com o sol?

De uma maneira geral, o sol pode, sim, melhorar a psoríase e a dermatite atópica, devido ao efeito anti-inflamatório e imunomodulador da radiação solar.

As duas doenças são mediadas por nosso sistema imunológico. Por isso, ao tomarmos um banho de sol, alguns mediadores imunológicos podem ter sua ação reduzida e, consequentemente, aliviar os sintomas da dermatite atópica e psoríase. Mas, ainda assim, essa exposição deve ser feita de maneira controlada e sempre com o uso de filtro solar.

Doenças de pele: qual o melhor horário para pegar sol e ‘tratar’ esses problemas?

Nesse caso, a resposta está relacionada ao período do dia de maior produção de vitamina D. O sol que mais produz esta vitamina é desencadeado pelo raio UVB-ultravioleta B, que está em alta às 12 horas. Cerca de 10 a 15 minutos de banho de sol nas áreas fotos expostas, como braços e pernas, três vezes por semana já é o suficiente para a estimulação da UVB.

Entretanto, é importante tomar alguns cuidados com a pele durante e após a exposição solar. Reserve um filtro solar específico para o rosto durante o banho de sol. Depois disso, é preciso hidratar bem a pele, fazer uma alimentação balanceada e beber bastante líquido.

Existem outros cuidados fundamentais para se ter com a psoríase e dermatite atópica?

Engana-se quem acredita que apenas alguns minutos de banho de sol podem ser suficientes para evitar as crises de dermatite atópica e psoríase. Existem uma série de cuidados diários que também devem ser seguidos rigorosamente para amenizar os sintomas das doenças. Veja alguns deles:

1. Beba bastante água! Manter-se hidratado é o primeiro passo para diminuir as crises das doenças;

2. Evite qualquer tipo de trauma na pele, seja ele físico, químico, infecciosos ou inflamatórios, já que ele pode desencadear lesões e manchas vermelhas;

3. Opte sempre que possível por banhos frios e rápidos;

4. Invista em uma dieta balanceada e rica em vitamina D, ômega-3 e antioxidantes para reduzir os sintomas das doenças;

5. Leve uma vida mais tranquila. O estresse é outro fator capaz de agravar os quadros de psoríase e dermatite atópica.

Dicas: Dermaclub.

Gostou? Compartilha com as amigas!
por //

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *