Categoria

Moda

Categoria

Por conta da pandemia, a moda prioriza peças aconchegantes, conhecidas como oversized, para combinar conforto com estilo.

A quarentena tem nos ensinado sobre a importância do conforto na hora de escolher o look. Vale lembrar que isso não ficará de fora das tendências de 2021. A moda segue priorizando peças aconchegantes e alguns números maiores do que o corpo, daí o nome oversized. Aposte no visual para t-shirts, jaquetas, moletons e saias.

Chamativo para muitos e fashion para outros, o neon mostra que veio para ficar e garante lugar no verão 2021

O que para muitos era visto como o ápice da aberração, hoje é integrado ao dia a dia com bastante naturalidade pelas pessoas. E é com muita personalidade que o neon volta com tudo no verão 2021.

Com os revivals do vai e vem da moda, o trend que até 2009 esteve muito restrito ao fitness, hoje, anos mais tarde, se reinventa e marca forte presença nas ruas e passarelas do mundo todo. Após a mais um retorno a este cenário, o neon promete muito sucesso, de modo a desbancar o reino dos tons pastéis.

Saiba quais vestidos valorizam a sua silhueta e use sem medo de errar!

Por acaso você já teve um jantar especial e não soube quais modelos de vestidos seriam melhores para o seu tipo de corpo? Se você já viveu isso assim como eu, hoje vou acabar com todas suas dúvidas na hora de escolher o modelo ideal.

Aliás, como você vai ver, existem modelos de vestidos perfeitos (e outros nem tanto assim) para cada tipo de corpo. Portanto, será impossível você não encontrar o seu modelo predileto.

Aliás, vale destacar que os vestidos são literalmente aquela peça do guarda-roupa que nunca pode faltar, né? Até porque, eles são perfeitos e práticos para inúmeras ocasiões, principalmente para nós cristãs.

Você já ouviu falar na tendência de lenço com cinto? Ou também conhecido entre as americanas como “belted scarves”. Não, não estamos falando dos itens usados de forma separada, mas usados juntos, pois formam uma das tendências mais usadas pelas gringas nos dias frios.

Os lenços usados costumam ser compridos, já os cintos que vão por cima, um pouco mais grossos ou finos, de acordo com o estilo de cada mulher. Os lenços para além de nos protegerem do frio, acrescentam sempre cor e textura a qualquer visual. Esta sobreposição do cinto por cima do lenço começou no desfile da Burberry e rapidamente se propagou ao street style.

A it girl Olivia Palermo foi uma das pioneiras e apareceu nas semanas de moda com um vestido de renda com um lenço estampado por cima, preso por um cinto fino. Assim como outras celebridades que desfilam diariamente seus looks por aí.

Youtuber, blogueira, digital influencer e ícone de moda, Camila Coelho é uma das primeiras “influenciadoras” a fazer sucesso nas redes sociais.

Camila já conta com mais de 8,8 milhões de seguidores no Instagram, 3,4 milhões de inscritos no seu canal em português no Youtube e 1,26 milhões em seu canal destinado ao público americano, além de 2,7 milhões de curtidas no Facebook. Mas, nada disso aconteceu de repente. Primeiramente, ela lançou o seu canal no YouTube, em 2010.

Em suma, sua ideia foi inspirada pelo canal da maquiadora estadunidense Kandee Johnson. Hoje em dia, inclusive, ela já possui quase o mesmo número de seguidores do que a sua própria musa inspiradora. Além disso, ela ainda mantém o seu blog pessoal, conhecido inicialmente como Super Vaidosa. Este foi lançado, aliás, um ano depois de seu canal.

A moda feminina evangélica tem ganhado cada vez mais adeptas, sejam cristãs ou não. Isso tudo acontece porque as peças são mais elegantes, modestas e atemporais e são feitas para mulheres que tem ou não religião. Não existe o ‘tabu’ que moda evangélica só veste pessoas religiosas. Em poucas palavras, esse segmento é para quem gosta de peças com comprimento no joelho e um pouco abaixo, peças sem decote, com mangas, sem muita transparência ou looks justos demais.

A moda evangélica vai muito além da saia midi ou da blusa feminina de manga comprida. Muito mais do que uma roupa para cultuar, a moda cristã traduz um estilo de vida e dialoga com mulheres que querem unir a modéstia com a modernidade. Apesar de cada igreja ter seus códigos de vestimenta, no geral, decotes, fendas e roupas muito curtas não são “bem-vindas”.

Desde os anos 1980, as meias-calças são amplamente difundidas na moda, mas, após serem atreladas ao segmento de roupas profissionais, as peças ficaram restritas aos ambientes corporativos. Graças ao avanço da logomania na última década, os acessórios ganharam nova chance entre as celebridades, que conseguiram, mais um vez, dar status de modernidade aos itens. Agora, por meio dos desfiles de outono/inverno 2020, os produtos se consagram como uma das maiores tendências desta temporada.

A mistura certeira da camiseta com a regata rendeu uma peça que além de estilosa é um verdadeiro curinga nos looks das fashion girls nessa temporada. A muscle tee é a queridinha da vez e nada mais é do que uma camiseta em tamanho oversized sem mangas.

Apesar de básica, a peça é uma ótima opção para deixar qualquer look cool sem grandes produções. Além de trazer um mood mais despojado, a t-shirt pode te surpreender em outfits de trabalho ou em combinações mais sofisticadas para eventos mais formais. Você provavelmente já viu alguma fashionista apostando na tendência e ao que tudo indica, ela está chegando com tudo por aqui. Talvez você possa até pensar que uma peça tão básica como essa não vale a sua atenção, mas te garanto que ela pode render looks para lá de descolados!

Se ainda não consegui te convencer que a muscle tee é a peça que vai dominar as suas produções de street style, continue esse post e se inspire nas opções que vão agradar a todos os estilos. Vem ver mais!

Se me perguntarem qual pessoa eu mais gostaria de presentear na vida, com certeza eu responderia minha mãe. Presentear a vida toda, todo dia, não deixar passar nenhuma oportunidade de fazer minha amada mais feliz e satisfazer todos os seus desejos. Quero ver ela sempre linda, arrumada, bonita e alegre

E se todas as mães são iguais em cuidar da gente, elas são diferentes na forma de se vestir. Tem mãe de todos os estilos: clássica, moderna, básica, esportista, mãe romântica, mãe mais senhorinha.

Enfim, resolvi fazer um post explicadinho, montando looks, combinações e falando sobre cada estilo. Confira!

A moda quase nunca se contém em apenas uma década, um grande exemplo disso foi o visual popular que dominou os anos 50 que, ao contrário do que muitos pensam, começou no final da década anterior. Foi quando Christian Dior lançou uma série de tendências conhecida como “New Look“, em fevereiro de 1947, onde a cintura marcada foi o destaque principal. Os tecidos eram luxuosos e cheios de volume, a figura feminina havia passado de quadriculada á uma figura de ampulheta com saias que iam até as panturrilhas e corpetes apertados que foram, novamente, introduzidos a cinturas minusculas. O novo estilo trazia lembranças da moda do século XIX, a famosa cintura “wasp waist” e as almofadas de busto e quadril completavam a figura de ampulheta.

Quando a década de 1950 realmente começou, mulheres já haviam se apropriado do novo estilo e usavam-o tanto de dia quanto de noite. Mas antes, muitas haviam protestado contra Dior pelo shape que retrocedia todas as suas conquistas adquiridas na época, já que o “New Look” exigia excessos de tecidos, manutenções recorrentes e modelagens que não eram nada práticas.

Os acessórios que são usados na região do pescoço proporcionam um charme a mais no visual e também são essenciais nos dias de frio. Dentre os diversos modelos, encontramos os lenços, echarpes, cachecóis, e também as pashminas.

Os lenços costumam ser quadrados e se caracterizam, principalmente, pelos tecidos leves, como o cetim, por exemplo. Enquanto as echarpes também são feitas em tecidos mais leves, porém em corte retangular, podendo ou não, ter franjas nas extremidades.

Para os dias de frio mais intenso, são indicados os cachecóis, que costumam ser em lã ou crochê, e mais quentes. O corte é retangular, geralmente são mais estreitos e costumam ser mais pesados, além de serem estampados ou lisos.

Já as pashminas, que recebem este nome pelo fio utilizado em sua composição, que em seu formato original provem dos pelos de cabras selvagens, também pode ter sua versão mais econômica mesclada com seda. Esse acessório pode ser utilizado em dias mais frios, contornando o pescoço, ou até mesmo como um xale, para se proteger de um vento mais frio.

A gola alta é uma das grandes tendências de outono/inverno desta temporada e prometem vir com tudo. Também chamadas de turtlenecks (em tradução livre: pescoço de tartaruga), as blusas e vestidos com gola alta sempre reaparecem deixando os looks de frio mais sofisticados e estilosos, com aquela cara vintage que a gente ama. E esse ano ela voltou como uma das maiores hot trends da estação!

O modelo mais justinho de gola alta vem aparecendo desde as passarelas ao street style e já se tornou uma peça obrigatória no armário das fashionistas.

Além de aquecer ainda mais as produções, ela traz elegância aos outfits e aos looks do dia a dia. A gola alta é versátil e se encaixa bem em todo tipo de produção, desde os office looks à sobreposições mais descontraídas.

Então já que é tendência, vale a pena investir não é mesmo?