Conheça tratamento, causas, sintomas e cuidados para se ter com esse tipo de dermatite no rosto.

A dermatite é uma doença de pele bastante comum. Além do tipo atópica, a mais famosa que é causada por uma reação alérgica, existem outros tipos de dermatite que surgem em várias regiões do corpo e do rosto, como é o exemplo da dermatite perioral. Você já ouviu falar nela? É uma dermatose que aparece ao redor da boca e nariz, formando lesões vermelhas, que causam muita coceira, ressecamento e descamação.

Se você tem esse problema ou percebeu alguns desses sintomas na sua pele, precisa se informar mais sobre o assunto! Confira as dicas abaixo.

Dermatite perioral e suas causas

A dermatite perioral é uma dermatose que acomete a região ao redor da boca e próximo ao nariz. Ela não tem uma causa bem definida, mas existem algumas hipóteses de que pode ser desencadeada por alguma disfunção da barreira cutânea, por alteração da microflora, da microbiota cutânea e do sistema imunológico da pele.

Essa doença costuma atingir mais as mulheres na faixa etária dos 15 aos 45 anos e possui uma relação bem intensa com a utilização de alguns produtos de uso tópico. Entre eles, os corticóides florados, cosméticos que têm uma ação mais oclusiva, creme dental fluorado, certos tipos de protetor solar e uma série de outros produtos que podem ser utilizados próximos ou nessa região.

Quais são os sintomas?

Ela se manifesta a partir de uma vermelhidão, coceira, ardência e descamação ao redor da boca. Essa dermatose tem um aspecto clínico muito parecido com a rosácea, podendo causar até pústula em algumas situações. Porém, diferente dessa condição, ela tem uma localização específica e completamente diferente em que os sintomas da rosácea costumam aparecer.

Tratamentos adequados

O primeiro passo do tratamento da dermatite perioral é a suspensão das medicações e produtos que estão envolvidos com o problema. Junto a essa atitude, é recomendado introduzir uma rotina de skincare bem leve e específica para esse região.

Lavar o rosto com um sabonete neutro, incluir cuidados que ajudam a controlar os sintomas, como o metronidazol e o ácido azelaico, e usar hidratantes com ação calmante para a pele. Já nos casos mais graves, pode haver a necessidade de incluir uma medicação por via oral recomendada pelo dermatologista.

Cinco cuidados com a dermatite perioral

1. Não usar água quente para lavar o rosto;

2. Excluir sabonetes e outros produtos com substâncias reativas, parabenos e fragrâncias;

3. Usar hidratantes com fórmulas minimalistas e calmantes, que ajudam a reforçar a barreira de proteção da pele;

4. Decidir com o seu dermatologista a melhor forma de depilar o buço para prevenir crises;

5. Evitar o uso de cremes dentais que possam causar irritação e queimadura na pele.

Por fim, lembrem-se: todo cuidado com a pele é mais que necessário!

Até o próximo post,

Renata Castanheira.

Escreva um Comentário