Dentre os diferentes tipos de doenças de pele, a psoríase é uma das que mais causa dúvidas entre as pessoas.

Responsável pelo surgimento de manchas vermelhas no corpo, coceira e descamação, a psoríase pode se apresentar em diferentes níveis e, por não possuir cura, requer um tratamento adequado para prevenir lesões ou qualquer sinal de piora. Para entender melhor o assunto, o Dermaclub conversou com a dermatologista Gabriela Albuquerque que revelou os graus dessa doença de pele e como tratar desde uma psoríase leve ao estágio mais avançado do quadro. Dá só uma olhada!

Psoríase: o que é?

Se engana quem pensa que a psoríase é uma doença de pele que surge “do nada”. Ainda que sua causa não seja totalmente esclarecida, a dermatologista adianta: “a psoríase é uma doença inflamatória da pele e das articulações de base genética, mas mediada pelo sistema imunológico”. Sendo assim, se alguém da sua família tem o problema, as chances de você desenvolvê-lo são bem grandes. Além disso, é comum que as manchas vermelhas no corpo se manifestem ou piorem em períodos de estresse ou após a ingestão excessiva de bebidas alcoólicas e alguns medicamentos, já que o sistema imunológico tende a ficar mais frágil nesse período.

psoríase

Existem graus de psoríase?

Sim! Ela pode apresentar diferentes graus e, por isso, os sinais da doença de pele podem variar. Na maioria dos casos de psoríase, ela se manifesta como manchas vermelhas no corpo que descamam apenas na pele e em locais de pouca extensão. Entretanto, o quadro pode atingir todo corpo e afetar ainda as articulações, unhas e cabelos; Em alguns casos, manifestar estágios mais graves por conta da inflamação. Por isso, é importante manter um acompanhamento dermatológico para garantir os melhores cuidados e tratamentos para a doença, ainda que se trate de um quadro leve.

Tem cura? Saiba como tratar as manchas vermelhas no corpo

Por se tratar de uma doença crônica, a psoríase pode durar por muito tempo ou para sempre, ou seja, não tem cura. No entanto, isso não significa que o quadro não possa ser tratado e amenizado. O tratamento pode ser feito com aplicação de cremes locais diretamente nas lesões. No caso leve, é possível aliviar as manchas vermelhas no corpo com o uso de bons hidratantes.

Por outro lado, quando o problema acompanha coceira, o ideal é buscar um profissional de confiança para utilizar pomadas à base de corticosteróides da maneira adequada. Por fim, em casos mais graves (que atinge cerca de 25% dos portadores de psoríase), pode ser necessário o uso de tratamento sistêmico ou da fototerapia.

Compartilhem com suas amigas ou pessoas que você conhece e sofrem com o problema!

Até o próximo post,

Renata Castanheira.

Escreva um Comentário